???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/134
Tipo do documento: Dissertação
Título: Correlação entre o volume tomográfico e a avaliação histopatológica de lesões perirradiculares
Autor: Silva, Raí de Almeida da
Primeiro orientador: Vieira, Victor Talarico Leal
Primeiro membro da banca: Neves, Aline de Almeida
Segundo membro da banca: Silva, Emmauel João Nogueira Leal da
Terceiro membro da banca: Antunes, Henrique dos Santos
Resumo: A necrose pulpar, e consequentemente infecção do sistema de canais radiculares, estimula uma resposta inflamatória na região periapical. A periodontite apical crônica diferencia-se histologicamente em granulomas e cistos perirradiculares. Com o advento da tridimensionalidade da tomografia computadorizada por feixe cônico e a possibilidade de mensuração volumétrica através da diferença da densidade radiográfica, este estudo compreende correlacionar o volume de lesões perirradiculares e o diagnóstico histopatológico de granulomas ou cistos perirradiculares, bem como estabelecer um protocolo na mensuração volumétrica de lesões perirradiculares através da TCFC. Vinte e quatro biópsias (CAEE n. 0072.0.317.000-10), já subdivididas em granulomas ou cistos perirradiculares (n=12 para cada grupo) tiveram os exames tomográficos analisados volumetricamente, através do Software Amira (FEI Company, Oregon, EUA). Observa-se uma grande diferença entre a média de volume para cada patologia. Contudo destaca-se o grande valor de desvio padrão, especialmente para o grupo de cistos perirradiculares, representando a variabilidade de tamanho de cistos entre pacientes. Os volumes dos granulomas e dos cistos foram submetidos a análise estatística pelo teste de Mann-Whitney com nível de significância em 5%, onde obteve se p≤0,05 (p=0,01), evidenciando-se a diferença estatisticamente significante entre os volumes das lesões estudadas. Com as limitações de uma pequena amostragem, as conclusões deste trabalho apresentam que cistos apresentam volume estatisticamente maior que granulomas, bem como o estabelecimento de um protocolo na mensuração volumétrica de lesões perirradiculares.
Abstract: Pulp necrosis of the root canal system stimulates an inflammatory response in the periapical region. Apical chronic periodontitis are divided histologically in granulomas or periradicular cysts. Using a three-dimensional cone beam computed tomography for volumetric measurements obtained by differences in radiographic density, this study correlates the volume of apical lesions and the histopathologic diagnosis of granulomas or periradicular cysts, and established a protocol to measure volume of apical lesion by CBCT. Twenty-four biopsies (n CAEE. 0072.0.317.000-10), subdivided into granulomas or periradicular cysts (n = 12) each had CT scans analyzed volumetrically through the Software Amira (FEI Company, Oregon, USA). There was a large difference between the average volumes for each pathology. The great variation in the cyst group shows the cyst size variability among the patients. The volumes of the granuloma and cysts were statistically analyzed using the Mann-Whitney test with significance level of 5%, (p = 0.01), demonstrating a statistically significant difference between the mean volumes of the lesion in each pathology. Within the limitations of a small sample, the findings of this study show that cysts have statistically higher volume compared to granulomas and a protocol of the volumetric measurement of apical lesion was established.
Palavras-chave: Odontologia
Endodontia
Granulomas
Cisto radicular
Cavidade pulpar
Abscesso periapical
Tomografia computadorizada por raios x
Área(s) do CNPq: Odontologia
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Grande Rio
Sigla da instituição: UNIGRANRIO
Departamento: Unigranrio::Odontologia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Citação: Silva, Raí de Almeida da. Correlação entre o volume tomográfico e a avaliação histopatológica de lesões perirradiculares. 2016. 43 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Odontologia) - Universidade do Grande Rio, Duque de Caxias.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/134
Data de defesa: 3-Mar-2016
Appears in Collections:Coleção de Pós-Graduação em Odontologia



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons