???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/174
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSilva, Tania Maria Almenara da-
dc.contributor.advisor1Lopes, Jurema Rosa-
dc.contributor.referee1Lima, Jacqueline de Cássia Pinheiro-
dc.contributor.referee2Alvarenga, Marcia Soares-
dc.contributor.referee3Carvalho, Carlos Roberto de-
dc.date.accessioned2018-06-28T00:26:22Z-
dc.date.issued2011-02-28-
dc.identifier.citationSilva, Tania Maria Almenara da. Ecos e vozes do cotidiano da EJA: identificando falas dos alunos na Baixada Fluminense - RJ. 2011. 123 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Letras e Ciências Humanas) - Universidade do Grande Rio, Duque de Caxias.por
dc.identifier.urihttp://localhost:8080/tede/handle/tede/174-
dc.description.resumoEste trabalho foi desenvolvido na Escola Municipal Manoel Reis, no município de Mesquita, na Baixada Fluminense-RJ. A partir de entrevistas com os estudantes da EJA, investigamos as expectativas acerca do curso; sua concepção de educação; as contradições em relação a sua estrutura e o que os estudantes procuram na EJA; bem como a materialização da Pedagogia da Hegemonia. Observamos que a escola, muitas vezes, identifica-se com espaço e tempo fabril. Entendemos que, em sua maioria, o aluno da EJA é trabalhador de baixa renda com sérios problemas sociais. Entretanto, ouvindo-os, talvez, possamos vislumbrar estruturas de cursos que atendam às suas expectativas. Pretendemos colaborar para a compreensão das especificidades da EJA e de seus sujeitos, em suas reais necessidades, e para uma formação não vinculada à lógica do mercado, que insira o estudante como sujeito do processo. Assim, para uma educação como prática da liberdade, como nos dizia Freire (2008), faz-se necessário ouvir os ecos das vozes que emudeceram. No entanto, na lógica societal do Capital, há uma necessidade de conformar as massas, o que Lucia Neves chama de Pedagogia da Hegemonia, categoria tomada de Gramsci. Objetivamos observar também como esta se efetiva no cotidiano da escola através das falas dos estudantes.por
dc.description.abstractThis study was conducted at the Municipal School Manoel Reis, in the municipality of Mesquita, Baixada Fluminense-RJ. From interviews with students of EJA, we investigate: the expectations about the course, his vision of education, the contradictions in relation to its structure and what students look at AYE and the materialization of the Pedagogy of Hegemony. We found that the school is often identified with the space and time manufacturing. We understand that in most cases, the student of the EJA is low-income worker with serious social problems. However, listening to them we can glimpse structures courses that meet their expectations. We intend to collaborate to understand the specifics of the EJA and its subjects in their real needs, and training not linked to market logic, which enter the student role in this process. Thus, for education as a practice of freedom, as we said Freire (2008), it is necessary to hear the echoes of voices silenced. However, the logic of capital is a societal need to conform the masses that Lucia Neves called Pedagogy of hegemony, Gramsci making category. We aim also to observe how it is produced daily at school through the words of students.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Patricia Vieira Silva (patricia.silva@unigranrio.com.br) on 2018-06-28T00:26:21Z No. of bitstreams: 1 Tania Maria Almenara da Silva.pdf: 550812 bytes, checksum: 6d3b178395943da0c31a85c57d47b062 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-06-28T00:26:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tania Maria Almenara da Silva.pdf: 550812 bytes, checksum: 6d3b178395943da0c31a85c57d47b062 (MD5) Previous issue date: 2011-02-28eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade do Grande Riopor
dc.publisher.departmentUnigranrio::Letras e Ciências Humanaspor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUNIGRANRIOpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Letras e Ciências Humanaspor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEducação de Jovens e Adultospor
dc.subjectPedagogia da Hegemoniapor
dc.subjectSujeitos Históricospor
dc.subject.cnpqLETRAS E CIÊNCIAS HUMANASpor
dc.subject.cnpqLINHA INTERDISCIPLINAR II: EDUCAÇÃO LINGUAGEM E CULTURApor
dc.titleEcos e vozes do cotidiano da EJA: identificando falas dos alunos na Baixada Fluminense - RJpor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Coleção de Pós-Graduação em Letras e Ciências Humanas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tania Maria Almenara da Silva.pdfDissertação537,9 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.