???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/12
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação dos fatores de risco associados à doença cárie dentária que incidem sobre a população de escolares em Xerém – Duque de Caxias
Autor: Lagreca , Bianca Tardelli
Primeiro orientador: Oliveira, Leila Maria Chevitarese de
Primeiro membro da banca: Miasato, José Massao
Segundo membro da banca: Silveira, Roberto da Gama
Terceiro membro da banca: Dias, Katia Regina Hostilio Cervantes
Resumo: O objetivo desse estudo foi identificar os fatores de risco para a prevalência da doença cárie dentária que incidem sobre a população de escolares na faixa etária de 6 a 10 anos de idade (média = 7,439), em Xerém, Distrito de Duque de Caxias (RJ/Brasil), em 2006. A amostra consistiu de 212 crianças de ambos os gêneros (117 do masculino e 95 do feminino), matriculadas em uma escola pública (n=156) e em uma escola privada (n=56). As variáveis sócio-econômicas, nível de conhecimento sobre saúde bucal e avaliação da condição dentária dos pais ou cuidadores e hábitos alimentares das crianças foram obtidas por meio de um questionário auto-respondido pelos pais ou cuidadores. Os exames para a avaliação da doença cárie dentária foram realizados utilizando-se os índices ceo-d e CPO-D. Também foi feita avaliação da higiene bucal, por meio do índice de placa visível e da presença ou ausência de sangramento gengival. A análise do banco de dados e a interpretação dos resultados foram obtidas através do programa estatístico Epi Info versão 6.04. As médias dos índices ceo-d e CPO-D, foram respectivamente 2,34 e 0,95, sendo que 34,9% das crianças não apresentavam lesões de cárie. A prevalência de presença de placa bacteriana e sangramento gengival foi de 51,4 e 7,0%, respectivamente. As crianças cujas mães cursaram até a 4ª série do ensino fundamental tiveram 36% a mais de incidência da doença cárie do que aquelas cujas mães cursaram além da 8ª série do ensino fundamental; aquelas em que a família possui renda até um salário mínimo apresentaram incidência da doença cárie 57% superior às famílias que têm renda superior a 4 salários mínimos; e as com consumo de doces 3 vezes ou mais na semana tiveram 28% a mais de incidência do que aquelas que consomem com freqüência inferior. Concluise que os fatores de risco para a prevalência da doença cárie dentária foram: baixo nível de escolaridade materno, renda familiar baixa, alto consumo de doces e presença de placa bacteriana.
Abstract: The aim of this study was to identify the risk factors involved in the prevalence of dental carie disease among school children aged between 6 and 10 years old (mean= 7,439), in Xerém, located in the District of Duque de Caxias (Rio de Janeiro state, Brazil), in 2006. The test sample included 212 children of both sexes (117 males and 95 females),enroled in both a public school (n=156) and a private school (n=56). The socio-economic variables, parent or guardian’s level of knowledge regarding buccal health and an evaluation of their dental conditions, and the eating habits of the children were obtained by means of a questionaire filled out by the parents or guardians. Tests for evaluating dental carrie disease were carried out using the dmf-t and DMF-T indices. An evaluation of buccal hygiene was also carried out by checking the visible plaque index and for the presence, or absence of bleeding gums. The data bank analysis and the interpretation of the results were obtained using the Epi Info, version 6.04 statistical program. The mean levels of the dmf-t and DMF-T indexes were 2,34 and 0,95 respectively, whilst 34,9% of the children did not present dental carie lesions. The prevalence of the presence of bacterial plaque and of gum bleeding were of 51,4 and 7,0% respectively. Incidence of dental carie desease was 36% greater in children whose mothers had studied up to the 4 th grade; children whose families had incomes less than one minimum wage presented a rate of 8 dental carie desease 57% greater than those whose families had incomes greater than 4 minimum wages; and those who consume candies 3 or more times a week had an incidence of dental caries deasese 28% greater than those whose consumption was above this frequency. The conclusion reached suggested that the risk factors for the prevalence of dental carie disease included: poor level of maternal education, low family income, high consumption of sweet foods and the presence of bacterial plaque.
Palavras-chave: Odontologia
Odontopediatria
Cárie dentária – Pré-escolar
Fatores de risco
Saúde bucal
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Grande Rio
Sigla da instituição: UNIGRANRIO
Departamento: Unigranrio::Odontologia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Citação: Lagreca , Bianca Tardelli. Avaliação dos fatores de risco associados à doença cárie dentária que incidem sobre a população de escolares em Xerém – Duque de Caxias. 2007. 103 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Odontologia) - Universidade do Grande Rio, Duque de Caxias.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/12
Data de defesa: 16-Dec-2007
Appears in Collections:Coleção de Pós-Graduação em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Bianca Tardelli Lagreca.pdfCompleto1,63 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.