???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/tede/handle/tede/381
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação histomorfométrica da osseointegração de implantes em pacientes com alterações metabológicas
Autor: Pinheiro, Felipe Pimentel
Primeiro orientador: Granato, Rodrigo
Primeiro membro da banca: Boghossian, Carina Maciel da Silva
Segundo membro da banca: Silva, Jonathan Ribeiro da
Terceiro membro da banca: Senna, Plínio Mendes
Resumo: O aumento de pacientes com síndrome metabólica na clínica odontológica e a falta de trabalhos publicados na área da implantodontia sobre esse tema motivaram a busca de informações a respeito da osseointegração de implantes dentários em indivíduos metabolicamente comprometidos. O presente trabalho tem como objetivo fazer uma avaliação histomorfométrica da osseointegração de implantes dentários nesses pacientes, respondendo ao questionamento se a quantidade de tecido ósseo formado ao redor dos implantes dentários é semelhante entre pacientes com síndrome metabólica e pacientes saudáveis. Foram selecionados 20 pacientes para essa pesquisa, estes foram distribuídos em dois grupos, controle (n=12) e teste (n=8). Foram instalados 4 implantes, modelo Unitite® (SIN – Sistema de Implante, São Paulo, Brasil), por paciente, em mandíbula edêntula entre os forames mentuais. No mesmo tempo cirúrgico foi realizada a instalação de um protótipo de implante em cada paciente com as mesmas características de tratamento de superfície e “design” dos implantes utilizados. Após um período de sessenta dias, no segundo estágio cirúrgico, foi removido o protótipo para a análise histomorfométrica do tecido ósseo formado ao redor dos implantes. A porcentagem de contato osso x implante foi determinada em magnificação e mensurada por um software especifico. A análise estatística foi realizada através teste t de Student para análise das variações entre as médias dos dois grupos no qual determinou p<0,05. Não foi encontrada diferença significativa ao nível de 5%. Nossos resultados mostraram que não ocorreu diferença significativa entre os grupos avaliados em relação a quantidade de tecido ósseo formado. Sugere-se a continuar os estudos para identificar possíveis diferenças na qualidade do osso formado ao redor dos implantes nesses grupos pacientes.
Abstract: The increase of patients with metabolic syndrome in the dental clinic and the lack of studies in implantolody in the subject for information about implants osseointegration in metabolically compromised patients. The present study aims to evalvate histopathological osseointegration of dental implants in those indivuduals, answering the question whether the amount of bone tissue formed around dental implants are similar between patiens with or without metabolic syndrome. Twenty patients were selected for this research, and they were divided in two groups, control group (n = 12) and test group (n = 8). Four implants, Unitite® model were installed per patient, in the edentulous mandible between mental foramens, totaling 80 implants. Besides that, at the same surgical time, a prototype of implants was installed in each patient with the same surface treatment and implant design characteristics used. After a period of sixty days, at the second surgical time, the prototype was removed to be analyzed regarding which was determined by magnification and a specific sofware. Significant differences were found by Student test t at significance level of 5%. Current showead no differences in the amount of formed bone around implants betweewn groups.
Palavras-chave: Odontologia
Implantodontia
Osseointegração
Sindrome metabológica
Implantes dentários
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS DA SAÚDE
ODONTOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Grande Rio
Sigla da instituição: UNIGRANRIO
Departamento: Unigranrio::Odontologia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Citação: PINHEIRO, Felipe Pimentel. Avaliação histomorfométrica da osseointegração de implantes em pacientes com alterações metabológicas. 2019. 39 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade do Grande Rio, Escola de Ciência da Saúde, Duque de Caxias, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/381
Data de defesa: 13-Mar-2019
Appears in Collections:Coleção de Pós-Graduação em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Felipe Pimentel Pinheiro.pdfCompleto1,3 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons